Logo | Ápex Odontologia

Bruxismo Infantil: conheça os sinais e saiba como tratar

Atualizado em 19/06/2023
Tempo de leitura: 3 min.

O bruxismo infantil pode ser provocado por fatores físicos e/ou emocionais. O seu sinal característico é o ranger de dentes, que acontece enquanto a criança dorme e pode ser seguido de dor de cabeça e na face por causa do esforço excessivo da mandíbula.

O bruxismo é um distúrbio funcional que se caracteriza por movimentos involuntários com a mandíbula, resultando em ranger de dentes ou no apertamento excessivo das arcadas dentárias uma contra a outra. Essa é uma condição que afeta também as crianças, nesse caso, chamada de bruxismo infantil.

Ele precisa ser identificado pelos pais ou cuidadores porque pode provocar prejuízos para a dentição da criança, além de causar sintomas incômodos, como dor de cabeça ou na face. 

Neste artigo você vai descobrir quais são os sinais de um quadro de bruxismo infantil e como essa condição pode ser tratada. Acompanhe!

O que causa o bruxismo infantil?

Ainda não foi atribuída nenhuma causa específica para o bruxismo infantil. Ele pode estar relacionado ou ser favorecido por diversos fatores, alguns deles físicos, outros emocionais/psicológicos.

Em relação aos fatores físicos, o bruxismo pode se manifestar em decorrência de problemas ortodônticos, que causam desalinhamento dos dentes ou dos ossos da face. Também pode ser uma reação à obstrução das vias aéreas, que acaba dificultando a respiração. Outra possível causa seriam manifestações dolorosas que causam esse estímulo no corpo da criança.

Quanto aos fatores emocionais, o bruxismo costuma ser associado à ansiedade e ao estresse. Ele também ajuda a identificar o quadro de hiperatividade, já que costuma acompanhar essa condição.

Quais são os sinais de um quadro de bruxismo?

Como você viu na introdução, o bruxismo infantil, assim como aquele que acomete os adultos, se caracteriza por movimentos involuntários da mandíbula. A musculatura responsável pela mastigação promove esses movimentos sem que a criança perceba, e ela aperta ou range os dentes.

Por isso, o sinal mais característico do bruxismo infantil são os ruídos produzidos pelo atrito entre os dentes. Geralmente isso acontece durante a noite. Sendo assim, observando a criança dormir, os pais podem perceber o problema se manifestar. Muitas vezes é possível ouvir até mesmo estalos, também causados por essa força excessiva das arcadas, uma contra a outra.

Como consequência desse esforço, ocorrem ainda outros sinais. No dia seguinte, a criança pode se queixar de dores na face, dor de cabeça, dor no pescoço e nos ombros. Pode sentir dificuldade para mastigar ou para movimentar a boca.

Em relação aos dentes, também ocorrem prejuízos para eles. O atrito gradativamente provoca desgaste no esmalte, então, é possível perceber essa perda de estrutura. Dependendo da força exercida, podem ocorrer trincas ou fraturas nos dentes.

Como o bruxismo infantil é tratado?

Você viu que o bruxismo infantil pode ter diferentes causas. Sendo assim, seu tratamento varia de acordo com aquilo que está provocando o problema. É fundamental ter o suporte de especialistas para proceder da maneira correta.

O odontopediatra é um profissional muito importante em casos como esse, uma vez que é necessário avaliar o desenvolvimento dos ossos da face e também da dentição para verificar se o bruxismo está sendo causado por esses fatores.

Também é o dentista quem pode indicar aparelho, como uma placa miorrelaxante que é um dispositivo que ajuda a proteger os dentes enquanto a criança dorme para desestimular as movimentações e preservar a estrutura dentária e a articulação temporomandibular ou um aparelho ortopédico móvel para correção da mordida.

Quando o problema está relacionado à respiração ou a fatores emocionais, é importante consultar um otorrinolaringologista e um psicólogo para fazer o tratamento adequado da causa.

Geralmente o bruxismo infantil tende a diminuir com o passar do tempo e cessar. Mesmo assim é importante realizar o tratamento para que não haja consequências para os dentes e as estruturas faciais.

Vale ressaltar que a consulta periódica com o odontopediatra ajuda a identificar o bruxismo, pois o profissional pode monitorar a estrutura dos dentes e identificar os sintomas de forma precoce. Portanto, manter as consultas regulares é fundamental.

Por Dra. Lícia Ney Pizzocolo Gonzalez
CRO-SP 61423. Formada pela Universidade Estadual de São Paulo – UNESP – em 1998, é pós-graduada pela UNICAMP em especialização de periodontia e pela ABCD em especialização de ortodontia. Atua na área de estética, periodontia e ortodontia e também é Invisalign Doctor.
 TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 12 / 04 / 24
Conheça as características e os diferenciais do Invisalign para entender como esse aparelho ortodôntico funciona e suas vantagens.
Ler Mais
 | 19 / 02 / 24
Você sabia que o tratamento ortodôntico também pode envolver a fixação de mini implantes? Entenda o que eles são e como o procedimento funciona.
Ler Mais
1 2 3 18
Ligue para agendar
magnifiercross