Logo | Ápex Odontologia

Minha gengiva sangra, isso é normal?

Atualizado em 29/09/2021
Tempo de leitura: 2 min.
minha-gengiva-sangra

Se sua pele começasse a sangrar sem uma razão aparente, você acharia normal? Pois é! E porque será que nós, de maneira geral, pensamos que a gengiva sangrando é normal? Não, não é normal.

A gengiva é um tecido com muitos vasos sanguíneos que promovem a sua irrigação, nutrição e defesa. Sua cor rosada forte se dá, justamente, pela grande quantidade de sangue que corre nesta região.

É comum, quando uma criança bate a boca, vermos um sangramento abundante e acharmos que o estrago foi grande, e depois de limparmos e olharmos com mais cuidado, percebemos que a injúria foi mínima, às vezes um cortinho pequeno na gengiva ou no lábio.

Portanto, a gengiva é um tecido bem mais fácil de sangrar após algum trauma ou injúria, porém, assim como a pele, jamais deve sangrar com o simples toque, com um contato mais vigoroso durante sua higiene, e muito menos espontaneamente.

O que causa o sangramento da gengiva?

Se a sua gengiva sangra, é porque está doente, e portanto precisa de cuidados para recuperar a saúde. A causa deste sangramento gengival, que chamamos de gengivite, é o acúmulo de bactérias por falta de uma higiene bucal correta, com escova e o fio dental.

As bactérias que vão se acumulando nas superfícies dos dentes, gengiva, língua, enfim, em toda a boca, se alimentam com os restos de alimentos e liberam substâncias ácidas que agridem os tecidos.

O corpo de qualquer pessoa saudável tem um sistema de defesa muito inteligente, que ao perceber a presença de um agente agressor, manda mais sangue com células de defesa para a região injuriada se defender e se restabelecer.

Por isso, a gengiva que sangra geralmente tem uma aparência mais “gorducha”, e a cor avermelhada intensa. Esses são os aspectos de qualquer região da pele após uma pancada, por exemplo, inchando e ficando vermelha com a chegada de um volume maior de sangue.

Como evitar o sangramento?

Agora, imagine se a mesma parte de seu corpo tomasse uma pancada todos os dias, o que aconteceria? O inchaço e a vermelhidão permaneceriam maior ou menor dependendo da intensidade da pancada, correto?

Pois é, o mesmo ocorre com a gengiva. Se houver falhas ao escovar e passar o fio dental, as bactérias se acumularão todos os dias, e assim a agressão se mantém, deixando a gengiva doente e sangrando.

Fique atento à frequência de higiene bucal e também à técnica correta de uso da escova e do fio dental, para que você remova de fato as bactérias agressoras e os restos de alimentos todos os dias.

Por Dra. Lícia Ney Pizzocolo Gonzalez
CRO-SP 61423. Formada pela Universidade Estadual de São Paulo – UNESP – em 1998, é pós-graduada pela UNICAMP em especialização de periodontia e pela ABCD em especialização de ortodontia. Atua na área de estética, cirurgia oral e implante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 31 / 03 / 21
Sabia que o flúor ao mesmo tempo em que protege os dentes pode fazer mal ao organismo? Entenda se ele é o mocinho ou o vilão dessa história.
Ler Mais
 | 17 / 02 / 21
O tártaro prejudica a estética do sorriso e a saúde da boca, por isso, ele precisa ser combatido. Veja como tratar esse problema e evitar suas complicações.
Ler Mais
1 2 3 28
Logo | Ápex Odontologia

Ápex Odontologia 2021 | Desenvolvido em WordPress por Surya Marketing Médico.

magnifiercross