Logo | Ápex Odontologia

Explorando a conexão entre saúde bucal e bem-estar geral

Atualizado em 10/06/2024
Tempo de leitura: 3 min.

O equilíbrio da saúde bucal contribui para manter o organismo como um todo mais saudável. Ao mesmo tempo, traz benefícios estéticos que fazem com que a pessoa tenha mais autoestima e autoaceitação. Com isso, sua saúde emocional é beneficiada e o indivíduo alcança mais bem-estar e qualidade de vida.

O primeiro resultado que podemos perceber ao adotar um bom cuidado com a saúde bucal é um sorriso mais bonito. No entanto, os impactos positivos vão muito além da estética, uma vez que consegue alcançar o bem-estar geral da pessoa.

Para esclarecer melhor o assunto, preparamos este artigo mostrando qual é a conexão entre a saúde bucal e o bem-estar geral das pessoas. Continue lendo e você vai descobrir a amplitude da importância do cuidado com o seu sorriso.

A relação entre saúde bucal e saúde física

Existem muitos aspectos que relacionam ou conectam a saúde bucal e a saúde física. Para falarmos sobre todos eles, seriam necessárias muitas páginas. Por isso, vamos começar por aquilo que é mais básico.

Considere que tudo o que ingerimos, sejam alimentos sólidos ou bebidas, passa pela boca. Logo, um quadro de inflamação ou de infecção na gengiva faz com que a pessoa engula grandes quantidades de bactérias todos os dias. Elas podem se espalhar pelo corpo, inclusive, pelo intestino.

Não podemos esquecer que o sangue que irriga os nossos órgãos vitais é o mesmo que circula pelos pequenos vasos dos tecidos bucais. Então, se houver algum tipo de infecção, as bactérias serão transportadas para órgãos importantes, como o coração, os pulmões e até mesmo o cérebro.

Sendo assim, manter a saúde bucal equilibrada garante que o seu organismo como um todo esteja saudável. Sem falar que problemas nos dentes e outras estruturas da boca ainda afetam a mastigação, a respiração e a fala. Assim, podem favorecer problemas digestivos, prejudicar a absorção de nutrientes, causar distúrbios como a apneia do sono, comprometer a dicção, entre muitos outros.

O impacto da saúde bucal na saúde emocional

Se você já teve uma dor de dente, sabe o quanto esse quadro incomoda. Por isso, uma cárie pode ser suficiente para comprometer a saúde emocional de uma pessoa. Afinal, aquele desconforto constante tende a afetar o humor, a concentração, causar desânimo, entre outros impactos.

Mas não é só isso, afinal, os dentes têm um impacto significativo na aparência das pessoas. Portanto, condições que afetam a estética do sorriso tendem a reduzir a autoestima, afetar a confiança e a segurança. Tudo isso leva a problemas nos relacionamentos e pode até mesmo afetar a autoaceitação.

Os problemas ortodônticos são um bom exemplo do que estamos falando. Às vezes, desalinhamentos dentários e alterações na mordida não afetam apenas o sorriso, como podem também alterar a fisionomia da pessoa. É comum a ocorrência de bullying devido a essa característica. 

Esse tipo de situação associada a não aceitação da própria imagem pode causar ansiedade e levar até mesmo à depressão. É por isso que o equilíbrio da saúde bucal também impacta de forma direta na saúde emocional e no estado psicológico das pessoas. Não é à toa que a estética dental tem ganhado tanta evidência nos últimos anos.

É importante lembrar que o equilíbrio da saúde bucal tem impactos funcionais e estéticos. A perda de dentes, por exemplo, compromete a mastigação, a estrutura da arcada dentária e a dicção. Ao mesmo tempo, afeta a harmonia da aparência.

Os benefícios da saúde bucal para o bem-estar da pessoa

Só com esse exemplo é possível perceber que a saúde bucal traz benefícios para o bem-estar porque contribui para manter a pessoa mais saudável como um todo, além de fazer com que esteja satisfeita e feliz com a sua própria imagem.

Quando fazemos a prevenção e buscamos o equilíbrio da saúde bucal, automaticamente, alcançamos vantagens estéticas. Por isso é difícil desassociar esses dois aspectos quando se trata da odontologia. É dessa forma que os tratamentos odontológicos são capazes de promover melhorias significativas na qualidade de vida.

É importante ressaltar que esse benefício impacta pessoas de todas as idades. Afinal, o cuidado com a saúde bucal precisa começar logo na primeira infância e se estender até a terceira idade.

Com o apoio de bons especialistas, é possível se manter saudável e alcançar mais bem-estar ao longo da vida inteira, e isso tende a impactar em todos os aspectos: físicos, emocionais, psicológicos, pessoais e profissionais.

Por Dra. Lícia Ney Pizzocolo Gonzalez
CRO-SP 61423. Formada pela Universidade Estadual de São Paulo – UNESP – em 1998, é pós-graduada pela UNICAMP em especialização de periodontia e pela ABCD em especialização de ortodontia. Atua na área de estética, periodontia e ortodontia e também é Invisalign Doctor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 20 / 05 / 24
Você sabia que nem todas as pessoas precisam fazer a extração do siso? O procedimento é recomendado quando o crescimento desse dente causa algum tipo de problema para a saúde bucal. Nas demais situações, é possível viver bem com ele. A extração de siso é um procedimento bastante comum nas clínicas e nos consultórios odontológicos. […]
Ler Mais
 | 23 / 08 / 23
Saiba mais a respeito da abfração dental, um tipo de desgaste dentário que acontece na porção do dente que fica mais perto da gengiva.
Ler Mais
1 2 3 31
Ligue para agendar
magnifiercross