Logo | Ápex Odontologia

Qual a DIFERENÇA entre Odontopediatria e Odontohebiatria?

Atualizado em 29/09/2021
Tempo de leitura: 2 min.

Odontohebiatria

A odontopediatria é o tratamento focado nas crianças, desde bebês até os seus 10 ou 11 anos.

A odontohebiatria é o tratamento dos adolescentes. Quando as crianças chegam aos seus 10 ou 11 anos, elas mudam devido aos hormônios. O foco deles também muda. E nós, como dentistas, para atingi-los de uma forma que gere um feedback positivo, precisamos mudar a abordagem.

Com a chegada da adolescência, é necessário dar a esses adolescentes um olhar diferente, pois já não se sentem crianças e também não se consideram adultos. É um momento delicado, onde eles precisam de atenção. Tratando-os com bastante atenção, ouvindo o que eles tem a dizer sobre novidades, inseguranças ou incertezas, teremos um feedback positivo desse adolescente.

É muito importante receber esse feedback positivo, pois só assim o adolescente irá focar no que você está tentando ensinar para ele. Os adolescentes não costumam ter foco na higiene bucal. É importante estar sempre relembrando o que eles devem ou não fazer, estimulá-los a cuidar da higiene bucal, já que nesta fase os adolescentes ficam mais vaidosos.

É preciso passar para os adolescentes que nesta fase eles tem halitose, que na maioria das vezes é causado pela falta de higiene, podem haver outros fatores, mas a falta de higiene é o principal. As alterações hormonais também causam alterações, com maior sangramento na gengiva.

É muito interessante que nesta fase, mesmo ainda não sendo adultos, os adolescentes tenham maturidade para entender o que pode ser ruim para eles. Conseguindo uma conexão com o adolescente, conseguimos assim passar todas as informações e trabalhar na prevenção de problemas bucais.

A prevenção é o que a Ápex Odontologia mais preza e busca sempre transmitir para os clientes.

Mesmo que eu ame os dentes de leite, na adolescência já temos todos os dentes permanentes, e se não cuidar desses dentes não tem outro jeito: vai ficar sem. É preciso abordar eles desta maneira, precisam de maturidade. Não tem mais “papai” e “mamãe” para passar fio dental e escovar.

Assim “passamos a bola” para eles, para que eles tomem cuidado e se conscientizem da importância da higiene bucal.

Levem seus filhos adolescentes ao dentista, por mais que eles reclamem, pois no futuro eles agradecerão pelo cuidado e carinho.

A sua saúde bucal, faz toda a diferença na sua qualidade de vida.

Por Dra. Fulvia Ney Pizzocolo Caterina
CRO-SP 57052. Formada pela Universidade Paulista – UNIP – em 1995, e pós-graduada em especialização de Odontopediatria (bebes e crianças) , odontohebiatria (adolescentes) e atua na área de endodontia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 31 / 03 / 21
Sabia que o flúor ao mesmo tempo em que protege os dentes pode fazer mal ao organismo? Entenda se ele é o mocinho ou o vilão dessa história.
Ler Mais
 | 17 / 02 / 21
O tártaro prejudica a estética do sorriso e a saúde da boca, por isso, ele precisa ser combatido. Veja como tratar esse problema e evitar suas complicações.
Ler Mais
1 2 3 28
Logo | Ápex Odontologia

Ápex Odontologia 2021 | Desenvolvido em WordPress por Surya Marketing Médico.

magnifiercross