Blog

Qual a função de cada dente?

 

Você sabia que não é uma simples coincidência que os dentes da nossa boca tenham formatos e tamanhos diferentes? Cada um deles tem o seu papel na arcada dentária e, por isso, todos são fundamentais para manter o equilíbrio da saúde bucal e orgânica.

Nem todo mundo sabe quais são os papéis dos dentes humanos, então, preparamos este post para explicar como isso funciona. Continue lendo para entender a responsabilidade de cada grupo de dentes e veja por que todos eles são fundamentais.

As diferenças entre os dentes

Com certeza você já deve ter reparado que os dentes da sua boca não são iguais. Eles têm formatos e tamanhos diferentes e, na verdade, cada grupo se distingue muito dos outros. Essa não é uma mera coincidência do acaso nem um jogo estética da natureza.

Existe uma razão para que os nossos dentes tenham essa diversidade, sendo que isso se explica pela função de cada dente na hora de nos alimentarmos. Afinal, esse é o papel principal deles na boca.

Perceba que essa diferença já começa entre os dentes de leite e os permanentes. Os primeiros dentes que nascem em nossa boca são pequenos e delicados, porque a sua função é permitir um ensaio da mastigação com alimentos mais sólidos. Além disso, eles são menores para que encontrem espaço na arcada dentária que ainda está se desenvolvendo.

Depois, esses pequenos dentes se soltam naturalmente para dar espaço aos permanentes, maiores e mais fortes, permitindo a ingestão de diversos grupos alimentares sem nenhum problema. A seguir explicamos qual é a função de cada dente nesse processo.

A função de cada dente na mastigação

Comer é um processo tão natural em nossa vida que nem mesmo percebemos que para que isso aconteça é preciso realizarmos ações ou movimentos diferentes com nossos maxilares e arcada dentária.

Perceba que para alguns alimentos é preciso morder, arrancando pedaços. Outros precisam ser rasgados, porque são mais resistentes. Há aqueles cujo tamanho é suficiente para caber na boca, portanto, só precisam ser mastigados.

Para que seja possível cumprir cada uma dessas etapas a função de cada dente é distinta e de acordo com seu tamanho e formato. Veja como se dá a distribuição de tarefas entre eles.

Incisivos

Os dentes incisivos são aqueles que chamamos dentes da frente e somam oito no total, quatro na arcada superior e quatro e na arcada inferior. São os que mais se destacam no sorriso, porém, a sua função não é somente adornar a nossa face, mas sim cortar os alimentos em pedaços menores para que caibam na boca e proteger a articulação temporo mandibular e os demais dentes posteriores. Isso acontece quando o “guia anterior” é executado, ou seja, os dentes anteriores superiores  tocam nos anteriores inferiores e não devem deixar que os demais dentes se toquem.

Caninos

Os dentes caninos se localizam logo após os incisivos e são os mais pontiagudos que encontramos na arcada dentária. Somam quatro no total, sendo dois na arcada superior e dois na arcada inferior. Esses dentes ajudam a rasgar os alimentos para que eles sejam divididos em pedaços menores de uma forma mais fácil quando sua textura se mostra mais resistente ao corte, mas a principal função dos caninos é gerenciar o movimento mastigatório evitando que os dentes posteriores se encontrem enquanto a mandíbula ainda está fora do eixo central de fechamento, sendo o responsável por evitar as temidas retrações gengivais.

Pré-molares

Localizam-se logo após os caninos e somam oito no total, sendo quatro na arcada superior e quatro na inferior, dois em cada lado. A função desses dentes é triturar os alimentos para que possam ser deglutidos.

Veja também: Você sabe qual o dente mais importante?

Molares

Os molares encontram-se na mesma quantidade do que os pré-molares, sendo sua distribuição igual a deles também. São dentes que estão mais ao fundo da boca e a sua coroa é um pouco mais grossa e menos pontiaguda, facilitando macerar ainda mais os alimentos durante a mastigação, permitindo que cheguem na textura ideal ao estômago. Sua grande função também é a de “segurar” a mandíbula no processo de fechamento, sendo um limitador do movimento de fechar a boca, preservando a articulação têmporo mandibular, diminuindo os desgastes dentários e protegendo as demais estruturas nobres do aparelho mastigatório.

Sisos

Os dentes de siso são os terceiros molares, os últimos que nascem na arcada dentária, em geral a partir 16 anos de idade. Somam 4 no total, porém, como muitas vezes ficam sem espaço para erupcionar, é bastante comum que sejam extraídos, porque durante sua erupção podem causar problemas.

Percebeu como cada tipo de dente tem a sua função para permitir a nossa alimentação adequada? É por isso que todos eles precisam ser muito bem cuidados para estarem preservados e com uma boa saúde. Afinal, quando há o comprometimento de um deles ou a sua falta, existe sobrecarga dos demais, podendo trazer complicações ainda maiores.

Por isso, proceda com a higienização em casa e não se esqueça de fazer visitas periódicas ao dentista, para que ele possa acompanhar toda sua saúde bucal, adotar medidas preventivas e fazer pequenas intervenções, quando necessário.

Dra Licia Ney Pizzocolo Gonzalez apex odontologiafaixa-apex-odontologia

Por Dra. Lícia Ney Pizzocolo Gonzalez
CRO-SP 61423

Formada pela Universidade Estadual de São Paulo – UNESP – em 1998, é pós-graduada pela UNICAMP em especialização de periodontia e pela ABCD em especialização de ortodontia. Atua na área de estética, cirurgia oral e implante.

faixa-apex-odontologia

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco

× Agendar Consulta