Logo | Ápex Odontologia

Já ouviu falar em abfração dental? Conheça as causas do problema

Atualizado em 23/08/2023
Tempo de leitura: 3 min.

A abfração dental é um tipo de desgaste na base do dente, a região mais perto da gengiva. O consumo de alimentos açucarados, ácidos e ainda o bruxismo e o refluxo gastroesofágico somente agravam o problema mas não são fatores causadores desse problema.

Você já deve ter ouvido falar que roer as unhas ou morder objetos duros, por exemplo, pode causar desgastes nas pontas dos dentes. É verdade que isso acontece, mas existe outro tipo de desgaste que acontece em uma região diferente. Trata-se da abfração dental.

Assim como acontece com outros desgastes, a abfração causa sintomas dolorosos e desconfortáveis, além de modificarem a estética e harmonia visual dos dentes. Além disso, pode favorecer a manifestação de ainda outros problemas bucais. Sendo assim, é fundamental fazer a prevenção e identificar essa condição para que ela possa ser tratada o quanto antes.

Continue lendo para aprender um pouco mais sobre esse tema e cuidar ainda melhor do seu sorriso.

O que é a abfração dental?

A abfração dental é um tipo de desgaste que acontece na superfície do dente, na região próxima à gengiva. Em vez de se manifestar na porção final do elemento dentário, ela afeta a área mais perto da base dele.

Quando isso acontece, ocorre uma exposição maior das partes sensíveis do dente porque há perda de esmalte dentário, uma porção fundamental para proteger a dentina. Além disso, a raiz do dente tende a ficar exposta e mais propensa ao desenvolvimento de condições como a cárie. na verdade tudo isso é um sinal de que o engrenamento dos dentes não está razoável

Quais são as causas da abfração dental?

A causa da abfração dental advém do engrenamento dos dentes, ou seja, é uma agressão “mecânica” dos dentes inferiores nos superiores e dos dentes superiores nos inferiores enquanto mastigamos. Ao mastigar, necessitamos do alinhamento dos dentes de maneira correta e da utilização dos caninos de maneira eficaz para que os dentes não sofram cargas deletérias neles próprios, se isso acontecer de forma harmônica, teremos uma mastigação que vai fazer com que os dentes fiquem conservados por um longo tempo e funcionem bem.

Já a erosão dental é diferente porque é causada por agressão química devido ao excesso de acidez na cavidade bucal. Essa condição ocorre em função do consumo excessivo de açúcar, alimentos ou bebidas ácidas e refrigerantes.

Pessoas que apresentam refluxo gastroesofágico também podem ter erosão dental. Isso porque ácidos responsáveis pela digestão dos alimentos conseguem alcançar a cavidade bucal e desgastam os dentes quimicamente.

Outras possíveis causas da abfração dental são o bruxismo, abandono de tratamentos ortodônticos, descontinuação da finalização do tratamento ortodôntico, má oclusão dentária ocasionada por perdas dentárias e restaurações antigas, alterando a mordida.

Quais complicações a abfração dental pode causar?

Você viu que a abfração dental faz com que partes sensíveis do dente fiquem mais expostas. Sendo assim, uma das suas principais complicações é a hipersensibilidade dentária. Esse problema se caracteriza pela dor aguda ou desconforto quando a parte sensível do dente sofre, principalmente, mudanças de temperatura, como ao ingerir uma bebida gelada.

Como essas partes são mais delicadas, elas têm uma propensão maior para o desenvolvimento de lesões cariosas. O desgaste ainda favorece a formação da placa bacteriana, facilitando o acúmulo desse biofilme. Dessa forma, há chances ainda maiores de desenvolvimento de cáries e de formação de tártaro.

Na verdade, a abfração dental é um sinal claro de que a mordida e a mastigação não estão harmônicas e estão diminuindo a vida útil do sistema mastigatório.

Como a abfração dental é tratada?

Uma vez que a abfração dental é a consequência de um de um problema que já existe, é preciso eliminar essa causa de base. Portanto, é fundamental o auxílio de um dentista para entender o que está causando o desgaste, a fim de realizar o tratamento correto.

O desgaste em si também pode ser corrigido. Isso é feito por meio de restaurações, ou então com o uso de lentes de contato dental ou de facetas dentárias. A decisão depende da necessidade de cada paciente, considerando, por exemplo, o engrenamento dos dentes, o grau de desgaste e quantidade de dentes acometidos.

As consultas periódicas ao dentista são fundamentais para identificar a abfração dental quando ela ainda está no começo. Também para adotar medidas preventivas que podem evitar esse e outros problemas, para manter a sua saúde bucal sempre em equilíbrio.

Por Dr. Marcos Ney Pizzocolo
CRO-SP 56458. Formado pela Universidade Paulista – UNIP – em 1995 e pós-graduado em especialização de prótese dentária. Atua na área de estética, implante, cirurgia oral e reabilitação oral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 20 / 05 / 24
Você sabia que nem todas as pessoas precisam fazer a extração do siso? O procedimento é recomendado quando o crescimento desse dente causa algum tipo de problema para a saúde bucal. Nas demais situações, é possível viver bem com ele. A extração de siso é um procedimento bastante comum nas clínicas e nos consultórios odontológicos. […]
Ler Mais
 | 18 / 08 / 23
Entenda o que pode causar cárie nas pessoas que escovam bem os dentes e descubra como evitar que esse problema aconteça.
Ler Mais
1 2 3 30
Ligue para agendar
magnifiercross